Tantra Yoga Consciência Desperta

“A última coisa que o homem descobre é a si mesmo. É uma verdade estranha, embora universal, que a sede de conhecimento do homem deva começar com aquilo que está mais longe e terminar com aquilo que está mais perto. O homem primitivo já estudou o céu, mas apenas o homem moderno está começando a explorar os mistérios de sua própria alma.”
Medicina Tântrica do Nepal e Tibete 

 
CONSCIÊNCIA DESPERTA: A causa do sofrimento é avidya, que faz que nos apeguemos ao efêmero. Todas as concepções de bom e mau, prêmio ou castigo, elevado ou inferior, não são nada em si mesmos, mas foram concebidos pela mente, finalmente são somente ilusões ou criações da mente (maya). Assim, a mente deve liberar-se dos preconceitos que a aprisionam. Então, deve-se meditar no próprio Self, como algo diferente do corpo e como a única realidade.
O DESAPEGO: Não é a atitude de desinteresse, mas de desapaixonamento, de não-possessividade. Vairagya é essencial para conseguir-se o samadhi. O apego é um laço que não permite a mente penetrar na realidade. O desapaixonamento mantém a mente livre de tensões. A simpatia, a compaixão, o amor, os desejos, ainda que sejam bons em si mesmos, devem ser vistos como vibrações das ondas da mente.
SAMADHI: é a culminação do Yoga Sadhana. Dhyana é uma prática para desenvolver as faculdades da mente. Samadhi é o processo de fundir a mente na Consciência Absoluta ou unir a mente com a Consciência Cósmica Suprema, quando se obtém a sublime equanimidade. Consegue-se alcançá-lo por meio do processo do Hatha Yoga. Unir a mente e o intelecto na sua própria origem ou fonte por certo tempo é conhecido como SAMADHI.

Padma Sherab (11) 3562-8945 e 99134-7623
Vila Nova Conceição SP Brasil

direitos autorais


Postagens mais visitadas deste blog

A arte de Injacular - Chi Kung

Kundaliní e o Bindu

Pompoar Masculino