Tantra não é Kamasutra - artes sensuais



Kamasutra foi escrito por um monge budista chamado Vatsyayana, ele entende o desejo: descreve detalhadamente os estágios da obsessão erótica.
Mas....Tantra não é Kamasutra.....
A experiência central do Tantra são os segredos técnicos do domínio dos canais sutis, dos ventos e do movimento das energias através do corpo. O objetivo dessas práticas é o de liberar o desejo comum e os conceitos dualistas e despertar a realidade da inseparabilidade de nossa natureza absoluta e o grande êxtase. A realização completa é a SABEDORIA ILUMINADA.

Tantra é uma iniciação transcendental, filosofia, uma ciência, uma arte e um estilo de vida, por meio do qual a energia vital é utilizada consciente e criativamente.

Os tratados místicos, conhecidos como Tantras, contêm um amplo conjunto de técnicas práticas para aumentar a conscientização sexual e alcançar a transcendência.
A força oculta do ato sexual é a semente de toda criatividade. Através da compreensão dos ensinamentos práticos do Tantra, abre-se toda uma nova experiência de vida.

Imperadores, reis e rainhas tinham um padrão de sexualidade para si próprios e outro para seus súditos. Os segredos sexuais no passado eram reservados para soberanos e iniciados que precisavam manejar o poder sabiamente. O poder era alcançado através de experiências sexuais que serviam para reforçar a vitalidade. A energia encontrada nessas práticas era conscientemente canalizada para engrandecer a integridade, sabedoria e visão.

A riqueza e a prosperidade de um país foram certa vez consideradas como diretamente relacionadas à vitalidade do rei. Os segredos sexuais não estiveram logo à disposição do povo, embora tivessem alguma expressão em festivais de primavera e rituais de fertilidade. Padmasambhava, o mestre tântrico indiano que estabeleceu o budismo tântrico no Tibete no século VIII, suas imagens são representadas em união de êxtase com sua consorte. Esta forma mística celebra a unidade do Vazio Celestial com a Sabedoria Terrestre.

O objetivo do Tantra é a transcendência, utiliza os sentidos para elevar a mente relativa a um estado de totalidade. A conscientização despertada através de conduzir os sentidos corretamente produz um estado da compreensão real da vida humana como sua impermanência e a urgência em adquirir o autoconhecimento para torná-la produtiva e próspera. O Tantra não está ligado ao sexo e sim em elevar a energia sexual através de técnicas específicas, que são profundas, complexas e objetivas. O Tantra vai além dos conceitos mundanos e vulgares, é uma filosofia não dual, é a ciência da mente para despertar a sabedoria.
muita paz Padma Sherab
direitos autorais
 Padma Sherab siddha Vajra
 (11) 3562-8945 e 99134-7623 Vila Nova Conceição - São Paulo

Postagens mais visitadas deste blog

Retenção Seminal Tantra

A arte de Injacular - Chi Kung

Kundaliní e o Bindu